Me faz muito gosto - Tanya Volpe - o melhor dos 50 - fifties mais

Me faz muito gosto

Galiza Rias Bajas- Rui Ornelas 2

Mexilhões à moda de Aveiro

Lavam-se e limpam-se das pequeninas conchas 3 litros de mexilhões dos maiores, apanhados nas águas vivas (Lua Nova ou Lua Cheia). Tirados da casca, extraída toda a areia e os bissos, escorrem-se bem, secam-se num pano e enfiam-se pelo meio em palitos de 10 centímetros de comprido, ficando cada palito bem cheio. Fregem-se a seguir os mexilhões enfiados, em 4 decilitros de azeite fino não devendo ficar muito fritos. Põem-se em frascos altos enchendo-os bem e cobrindo os mexilhões no frasco com vinagre forte e completando o enchimento com o azeite onde os mexilhões fritaram depois de ferver por mais 5 minutos com uma folha de louro, dois alhos partidos ao meio, dez bagos de pimenta e o sal que a prova acusar antes de deitar o azeite. Conservam-se assim por meses.
( receita retirada em reprodução literal, do livro Culinária Portuguesa – António Maria de Oliveira Bello –Olleboma – ed Assírio & Alvim – Lisboa, Novembro de 1994 – 1* edição1936)

Procurando uma nova receita de bacalhau para a Páscoa, topei com essa, que não é de bacalhau, mas é tão bela na sua escrita em português castiço, que não pude deixar de colocar aqui.

Receitas , quando bem descritas, são passaporte para lugares distintos.

Uma nostalgia de “viagem”ou um canto escondido de colo. São guias para nossas próprias aventuras.

Experimente!Galiza Rias Bajas- Rui Ornelas 1

As fotos são de Rui Ornelas e são  de Rias Bajas- Galizia estão no Flickr

Me faz muito gosto, por Tanya Volpe

3 comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *