Este artigo é parte do Clube dos Escritores

Mercado Livre, por Liliana Wahba

Estava distraída surfando pela Internet; antes se dizia surfando, mas certamente deveria ter um termo mais atual. Sempre se espantava com os anúncios que apareciam em sua tela: ofertas de geladeira, impressora laser multi uso, bolsas cores verão,  e tantos outros que pareciam adivinhar sua necessidade imediata. Evocava magicamente um ser onisciente disponível para satisfazer seus desejos, até os mais ocultos. Logo percebeu que era menos misterioso: os anúncios repetiam suas últimas buscas. Quem registrava tudo isso? Lembrou-se de teorias conspiratórias mas, sem resposta imediata, parou de pensar e continuou vagueando, desta vez nas ofertas do Mercado Livre, até se deparar com uma que faiscou. Dispositivo recém inventado para rejuvenescer sem plástica ou intervenções invasivas, resultado garantido em três meses, veja fotos e depoimentos, experimente o revolucionário SAS; que siglas eram essas? Pouco importa, as fotos eram impactantes, homens e mulheres se transformavam em personagens cinematográficos, não somente perdiam peso e rugas, até aumentavam de altura ou endireitavam a postura, mas mais do que isso, adquiriam um glamour e um poder de sedução irresistível. O que era esse fenômeno e como funcionava o tal SAS? Parecia similar a aplicação de laser, ondas eletromagnéticas, massagem de drenagem, e outras, ou seja, sessões em determinado instituto com hora marcada e valor parcelado. Nem era tão caro, considerando o efeito estonteante. Os depoimentos eram efusivos: todos satisfeitos. E o tal instituto ISAS tinha um bonito logotipo, instalações arrumadas e uma bela casa instalada no Itaim. Seria doloroso? Não, garantiam que não. Precisava ficar de resguardo? Também não. Tinha riscos? Nenhum! Mas como funcionava? A explicação não era muito clara, os adjetivos escorriam profusamente sem suficiente substantivo, mas pouco importava, garantia-se plena e total satisfação ou devolução de dinheiro. Parece que uma cabine com luzes holográficas processava aplicações sucessivas sem desconforto. Promovia uma regeneração celular profunda e o resultado era aquela maravilha. Decidiu experimentar e avisou somente sua melhor amiga, que mostrou certa desconfiança. Após uma  semana a amiga telefonou e uma voz irreconhecível, profunda e bem articulada respondeu: mudei, sou outra; e parece que era mesmo, a antiga mercadoria tinha sido literalmente trocada por um livre comércio de entes fabricados em série.

__________________________________________________________________________________________

LILIANA LIVIANO WAHBA – Psicanalista junguiana. Profa Dra da PUC-SP. Diretora de Psicologia da Associação Ser em Cena – Teatro de Afásicos. Autora de Camille Claudel: Criação e Loucura.

 

 

One comment

  1. Liliana, quero o endereço desse ISAS! De fato estão vendendo milagres, acreditamos, mas ainda não chegamos à suprema perfeição prometida. Não faz mal, vamos tentar o próximo. Tem sempre uma promessa no horizonte, tem sempre alguém que se entrega. Vai ver que um dia chega o MILAGRE do mercado livre, e seremos todos entes perfeitos, iguais uns aos outros para não sentirmos inveja.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *