Na praia, por Sylvia Loeb

 


 

 

Estava na praia, gozando dias de férias, um privilégio para alguns: praia vazia, mar limpo, pouca gente, calor na temperatura certa para meu metabolismo.

Livros escolhidos com o maior critério dariam conta de horas de lazer depois do banho de mar, da caipirinha, do peixe frito.

Um barulho tremendo, repentino, me fez levantar a cabeça do livro que estava lendo. Um trovão, um tsunami em dia tão ensolarado?!

Ofuscante como o sol, um foguete prateado atravessava o céu claro, indo cair no mar. Grande explosão de água azul e espuma branca, em uma cena digna de Holywood, cores fortes e grande angular. Inesquecível.

Paralisada ante a beleza e o inusitado, meus olhos não desgrudaram de mais dois foguetes que vinham zunindo pelo espaço celeste. Um deles aterrissou de ponta, elegante, levantando uma cortina espetacular de areia, uma tempestade de areia no deserto, Lawrence da Arábia no meio da mais bela cena do filme. Um sheik louro de olhos azuis lutando corajosamente com as forças da natureza e contra os turcos, que desejavam anexar a península arábica ao Império Otomano.

Explodindo e espalhando fogo com a grandeza espetacular do incêndio de … O Vento Levou, o outro foguete espatifou-se na floresta.

Três adolescentes foram raptados e assassinados por um bando de delinquentes. Por vingança, outro adolescente, do bando opositor, foi igualmente assassinado, com requintes inimagináveis de crueldade.

Os líderes (ir) responsáveis de cada lado começaram uma escalada de retaliação sem fim.

A última cena é a do filme O Fim do Mundo, apoteótico.

Fechei o livro e fui para casa. Acho que o sol me fez mal.

__________________________________________________________________________________________

SYLVIA LOEB – É psicanalista e escritora. Visite seu site, acesse sua página no Facebook ou escreva para o email [email protected]!

2 comments

  1. No contexto ético-estético criado pelo (a) artista tudo é possível. Capturada desde o início estou na praia, livros, caipirinha, peixe frito… A Coreia do Norte chegou? Lawrense da Arábia? Adolescentes se matando em grupos rivais? Filme apoteótico. Adorei. Beijo

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *