Este artigo é parte do Clube dos Escritores Blog Clube dos Escritores 50+ Carlos de Castro No mesmo barco

Carlos de Castro no mesmo barco

Barco

Impossível bote

Novos portos procura

Há perigos, pedras profundas

A bombordo corações pulsantes,

Bocas, bacantes, bacias, braços e bundas

A estibordo: príncipes, planos, propriedade

Pensantes na popa brilham, percebem brasis

Bancam pesquisas, perseguem paridade

Equipotência, Parceria, Povo e Palavra

Nas beiradas: bestas e biscas

Proa: promissoras cabeças

Espiam límpidas bases

Pátria possível

Barco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.