Este artigo é parte do Clube dos Escritores

Desenlace,
por Marco Aurélio Fernandes

Poema inédito de Faca no coração, o novo livro de Marco Aurélio Fernandes, lançado pela Riemma Editora

Impávido, esperei à mesa
do barzinho a sua chegada,
antecipando a triste certeza
do fim, logo após revelada
por seus olhos sem viço.

Intrépido, paguei a conta
e sugeri o mesmo hotel
insípido, para o desenlace
insólito, de uma relação
anódina, cuja maior afronta
foi não superar a proposição
de um amor sem compromisso.

Na sua marmórea face
restava a fria impressão
de um afeto, que abortado
impútrido, poderia ser semeado
quiçá alhures, em terras
mais propícias.

Pálida ainda, mais tarde
tirou-se no espelho uma medida,
como quem vê a realidade fora,
nos reflexos, nas sombras e projeções.

Cética, evitou qualquer contato,
como quem não quer mais olhar para trás.

Crítica, lançou-me em seguida
toda a negatividade da contida
ótica particular de seus
inexoráveis fantasmas desta vida.

Não houve adeus.

__________________________________________________________________________________________

MARCO AURÉLIO FERNANDES é arquiteto de formação. É muito ligado à busca interior e apaixonado por Astrologia, que estuda há mais de 30 anos. Já publicou o livro infanto-juvenil, ‘Raio de Sol e a Maldição do Dragão’, e, em 2019,  pela Riemma Editora,  ‘Faca no coração’,  livro de poemas, crônicas e contos.

One comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *