Este artigo é parte do Clube dos Escritores Doem juntas: breve história de uma vida longa - Sergio Zlotnic Clube dos escritores maiores de 50 - fifties mais

Doem juntas: breve história de uma vida longa

 

Quando pequeno nasci e assim vivendo inocente cada dia feliz até acordar faz tempo pela manhã já com mais de 70. Sim me avisaram com tudo não vi chegar. Notou-se grande número de fios brancos. Não bastassem treze rugas origens remonto aqui a saber treze itens correspondentes senão vejamos:

1- perdi meu pai há dez anos que d’us o tenha depois de longa enfermidade dor.

2- não me explicaram nada nunca pedisse apesar revolta.

3- amores alguns partiram sequer olharam pra trás feio.

4- dá nos nervos elevador ex síndico uma besta.

5- longas horas à tarde fila operadora celular mal atendido gente despreparada.

6- uma facilidade: fazer ex amigos – muita.

7- fumei bebi etc normal.

7- cocôs de cachorro calçada redondeza nem vou falar.

8- contrariado exemplo diversas vezes domingo Páscoa recordo cinzento chuvoso não esperava não merecia.

9- no mundo há miséria sou contra.

10- gradativa piorando forma física flácido antes não detesto…

11- pessoalmente doem juntas.

12- próstata kaput putz.

13- morrendo bem mais em geral.

14- fiéis me acompanham três: rottweiler, dobermann, alzheimer.

15- família estrangeira desculpas portugês

16- não eram treze?

17- escrevo caneta Parkinson frequência.

18- fracassam diariamente tentativas de ser feliz.

19- lembranças dissolvo com suco logo cedo esqueço…

20-

Cartas e-mail: szlot#cpm.br – se linguagem chula não se responde. No.

Sergio Zlotnic – Psicanalista, é Pós Doutor em Psicanálise pelo Instituto de Psicologia da USP. Pesquisador dos diálogos de Freud com os campos da arte. Colunista do Portal da SP Escola de Teatro. Pela Editora Hedra, lançou o livro de ficção Baleiazzzul, alusão ao atravessamento do processo psicanalítico.    [email protected]

7 comments

  1. queridos e queridas! Sylvia e Janete; Wander e Paulo. adorei as palavras que vcs postaram aqui! sou ruim de internet, só vi recentemente! a conversa continua logo adiante!

    1. Tantos se expressam, ou, tentam expressar o tempo q nao mais existe a nao ser na lembrança. Mas parabens: em tempo instantaneo nada como um elevador e o sindico.! Gosto do seu Jeito de lembrar o presente. Abraço respeituoso! B

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *