Este artigo é parte do Clube dos Escritores Leia a receita por Julio MIranda Clube dos Escritores de 50+

Leia a receita,
Julio Miranda

                                   
Pra se fazer uma canção 
Não precisa que se diplome
Precisa ter razão e noção
Mas não precisa renome
Tem que  ter gosto e visão
Tem que ter verbo e pronome
É bom ter um corpo sadio
Melhor não ter sede e nem fome!

Se tens pensamento bravio
Se o fogo da vida o consome
Lhe basta um sonho, um desvio
Um devaneio lhe basta,
Lhe basta um vazio!
Um amor morto ou
um amor arredio!
Uma paixão, um frio, um arrepio!

Se tens nas veias o inquieto
Tens o caderno completo
A receita anotada, a perfeita cartada!
A canção será bela, a canção será dela!
Será sua a cantada, será dela a escolha!

No entanto amigo eu lhe digo,
Antes que a voz eu recolha,
Ainda que tudo lhe sobre,
Ainda que tudo se dobre
É preciso amigo afinal
ter olhos de coração
Olhos de ver infinito
Sem medo, sem regra, sem rito
É assim que se faz uma canção!                                          

One comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *