Este artigo é parte do Clube dos Escritores Blog post Clube dos Escritores 50+ Jose Manuel da Silva Desabafo

o desabafo de José Manuel,
autor convidado de abril

desculpem o atraso
fiquei ocupado chorando
e perdi a hora
nada demais
algumas mortes à frente
outras muitas atrás
a vida que segue
as dores que aumentam
a idade, o dinheiro
nada demais
a tristeza à frente
poucas alegrias atrás
a pobreza das gentes
a riqueza indecente
egoísmo, consumo
nada demais
sem solução à frente
só frustração atrás
conceitos antigos
os mesmos perigos
divisão, alienação
nada demais
nada de novo à frente
muitos erros atrás
desculpem, me alongo
comecemos
prioridades
enfim, nada demais
poucos meses à frente
muitos anos atrás
e lembro…
estava chovendinho
por fora
e tempestuava
por dentro
no chão a sombra molhada
acima a indefinição temporal
abaixo a complicação emocional
debacle existencial
as coxas da moça me avivam
o relâmpago me excita
ainda respiro
não sei por quanto tempo
e penso…
se tem amor
tem dor
de alma e corpo
desde o som soado no olhar
até o suor suado da espera

amar é claro vibrar do afago
e nuvem escura do açoite da noite
amor é algema e candura
amor é poema e tortura
mel, fel
alma nua, perdida
chegada e partida
vento vivo, volúvel
medo, enredo e segredo
penso e despenso…
existe um lugar
pode existir
deve existir
tem que existir
visualizável
palpável
é possível
factível
não para todos
não agora
aqui ou lá fora
um teclado me olha
com olhos de palavras fantasmas
um teclado me olha
com notas de canções infinitas
um pensamento me encara
com razões desconhecidas
adormecidas
o absurdo é fato
a mente é discutível
o ser humano é tato
a poesia é intangível
mas voltando
o lugar
o existir
a conclusão
a vida
no fundo
é ilusão
ou não
no alto há um céu de intenso azul
embaixo tantas mortes
no centro pensamentos sofríveis e depressivos
ao lado todos caem
mais cedo ou mais tarde
a doença da vida
a vida em doença
são apocalipses diários
acasos pré-fabricados
e depois de tudo
antes do nada
o mundo voltou
ao que já tinha sido
e ninguém se importa

3 comentários

  1. Ma papaz que inspirado!!!
    Viagei bonito…
    Você é nordestino é???
    Senti que estava lendo um lindo cordel.
    E que hermenêutica que você têm!!!
    Parabéns!!! Você é brilhante!!!… me surpreendeu. Sucesso na sua jornada 👏👏👏👏👏🙏🙏✨✨✨✨✨✨✨ ‘

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.